Identifique os dias férteis e aja

Devido à variabilidade dos ciclos menstruais da mulher, pode ser difícil saber quando são os SEUS dias férteis, mas já verificámos que esta informação é essencial se estiver a planear engravidar. Pode ser cansativo e desgastante ver a excitação de engravidar desaparecer com o corrupio de emoções e sexo para engravidar mensal – identificar os dias férteis e ter relações sexuais nesses dias (bem como em todos os outros dias do mês que queira!) pode ajudar a evitar que isto lhe aconteça.


Qual é um método preciso para identificar os MEUS dias férteis?

A sua fertilidade é controlada por hormonas naturais, por isso uma forma precisa para identificar os SEUS dias férteis individuais é o de detetar as suas principais hormonas de fertilidade (hormona luteinizante (LH) e estrogénio) utilizando produtos de teste caseiro simples como os Teste de Ovulação Clearblue e o Monitor de Fertilidade Clearblue.

Neste vídeo pode ver o Professor Bill Ledger a falar mais sobre as formas de identificação dos dias férteis e da sua precisão.


Outros métodos dos quais já pode ter ouvido falar

Outros métodos comummente utilizados para calcular os dias mais férteis como, por exemplo, os métodos do calendário, a temperatura corporal basal ou saliva, são menos precisos do que a monitorização da hormona e há uma maior probabilidade de serem afetados por fatores externos, como doença ou medicação.


Qual é o método mais preciso?

Os Testes de Ovulação têm, pelo menos, uma precisão superior a 99% na deteção da libertação de LH que ocorre 24 a 36 horas antes da ovulação. Por isso são mais precisos do que os métodos de calendário e temperatura na previsão dos dias mais férteis. São também mais fáceis e convenientes de fazer.

Veja nos vídeos abaixo do Professor Bill Ledger por que razão os testes de ovulação são mais precisos do que os métodos de calendário e temperatura1


  • Utilizar um calendário

    Em estudos recentes, o método do calendário revelou prever os dias férteis corretos em apenas um terço dos ciclos.2

    Caso tenha um ciclo menstrual regular, pode tentar prever a ovulação, registando cuidadosamente a duração do seu ciclo. Precisa de registar a duração do ciclo durante, pelo menos, dois meses para começar a criar uma visão geral. Se tiver um ciclo menstrual muito regular, pode partir do princípio que ovula entre 12 a 16 dias antes do início do próximo período. Porém, o dia em que realmente ovula pode ainda variar bastante de ciclo para ciclo, mesmo que tenha um ciclo menstrual regular.

  • Registo da temperatura corporal basal

    Vários estudos comprovaram que a previsão (TCB) dos dias férteis (a no espaço de um dia) é inferior a 70%1

    Este método utiliza o facto da sua temperatura corporal basal subir cerca de 0,4-1,0° C APÓS a ovulação. Para utilizar este método corretamente, primeiro tem de calcular o TCB todas as manhãs antes de sair da cama e demorará vários ciclos menstruais antes de começar a ter uma noção da janela de fertilidade.

    Porque o aumento da temperatura ocorre após a ovulação pode apenas ser utilizado para prever a ovulação nos ciclos menstruais futuros. Isso significa que tem de ter um ciclo menstrual regular para poder calcular exatamente quando ovula no próximo ciclo menstrual para aproveitar ao máximo os seus dias férteis.

    Também é bom ter em consideração que a sua temperatura corporal pode aumentar por uma série de outras razões (incluindo doença, ingestão de álcool, bebidas quentes, movimento e sono agitado), podendo confundir o resultado.

  • Observação da saliva

    Algumas pessoas acham que a saliva muda de acordo com a quantidade da hormona de estrogénio no seu corpo e há kits disponíveis que a podem ajudar a monitorizar estas alterações. Normalmente consistem de um microscópio pequeno com uma superfície de vidro – coloca um pouco de cuspo na superfície de vidro, espera que seque e olha através do microscópio para um padrão de "feto" causado pelos cristais de sal na salina quando o nível de estrogénio é elevado. Porém, foi demonstrado que as alterações na saliva são um método inexato de previsão da ovulaçãovi. A saliva também pode ser afetada pelo tabagismo, consumo de álcool e comida.

  • Observação do muco cervical

    Durante o ciclo menstrual, o tipo e a quantidade de muco cervical — uma secreção composta pelas glândulas no colo do útero — muda. Pode ser pegajoso ou elástico, branco ou turvo. Ao anotar estas alterações, pode prever quando irá ovular para que tenha relações sexuais nos seus dias mais férteis.

    A principal vantagem deste método é que lhe dá uma melhor compreensão do seu corpo, tornando-a mais consciente das alterações do corpo ao longo do ciclo menstrual. Porém, pode levar algum tempo a aprender a "ler" as alterações e o muco cervical pode ser influenciado por outros fatores, incluindo infeções, sexo e alguma medicação.

  • Dor da ovulação – Mittelschmerz

    Mittelschmerz é a dor abdominal inferior de um lado que ocorre nas mulheres na altura ou perto da altura da libertação do óvulo dos ovários (ovulação). Cerca de 1 em 5 mulheres têm dores associadas à ovulação. A dor pode ocorrer mesmo antes, durante ou após a ovulação.

    Há várias explicações para a causa desta dor de ovulação. Mesmo antes da ovulação, o crescimento folicular pode esticar a superfície do ovário, causando dor. No momento da ovulação, o fluido ou o sangue é libertado do folículo do óvulo rompido e pode causar irritação do revestimento abdominal.

    Mittelschmerz pode-se sentir de um lado no mês e do lado contrário no mês seguinte ou pode-se sentir no mesmo lado durante vários meses consecutivos.

    Os sintomas de ovulação incluem dor abdominal inferior que é:

    • Unilateral
    • Normalmente dura minutos a algumas horas, possivelmente chegando a 24-48 horas
    • Pode sentir cãibras e uma dor alucinante e distintiva
    • Grave (raro)