Decidiu que é hora de começar uma família ou planeia engravidar novamente? Obtenha conselhos de especialistas para a ajudar a engravidar e iniciar uma gravidez saudável. Aqui está a nossa lista dos 10 principais fatores a ter em conta:

  • Os seus ciclos menstruais podem demorar algum tempo a voltar ao normal depois de interromper a contraceção.
  • Calcular o momento da relação sexual com base no momento da ovulação pode ajudá-la a engravidar mais rapidamente.
  • Um em cada dois casais pode estar a tentar engravidar no momento errado1.
  • Os testes de ovulação Clearblue podem ajudá-la a encontrar os dias mais férteis em cada ciclo

1.
Interrompa a contraceção

Com alguns métodos de contraceção, como o preservativo masculino e feminino, o diafragma e o planeamento familiar natural, quando parar de usar a contraceção, os seus ciclos menstruais e sua fertilidade não serão interrompidos. Com outros métodos, como a combinação da pílula contracetiva e das injeções contracetivas, os seus ciclos menstruais podem demorar algum tempo até voltarem ao normal após a interrupção dos métodos contracetivos. Embora não haja razão para não tentar engravidar imediatamente, algumas mulheres gostam de esperar alguns meses a fim de restabelecerem os respetivos ciclos naturais e prepararem totalmente o corpo.

Parei recentemente de utilizar contraceção hormonal (por exemplo, a pílula contracetiva). Isso vai afetar os resultados do meu teste de ovulação?

Não, isso não vai afetar os resultados. No entanto, os seus ciclos podem ser irregulares e demorar algum tempo a estabilizar. Talvez prefira esperar até ter tido dois ciclos menstruais naturais e anotar a sua duração antes de usar o Teste de ovulação Clearblue.


2.
Tenha relações sexuais no momento certo

Sabia que um em cada dois casais pode estar a tentar engravidar no momento errado?1 Existem apenas alguns dias por mês em que a mulher pode engravidar. Ter relações sexuais no dia da ovulação (quando o seu corpo liberta um óvulo) ou nos dias que a antecedem vai aumentar as suas hipóteses de engravidar.
Em algum momento, provavelmente já ouviu dizer que o ciclo médio é de 28 dias e que a ovulação ocorre no dia 14. Estes dois números são apenas as médias dos dados recolhidos. Na verdade, a maioria dos ciclos femininos não corresponde a esta "média". O controlo através de um teste de ovulação ajuda a identificar a duração do ciclo individual e a data da ovulação, não sendo apenas um palpite.

As respostas dos nossos especialistas

Professor Bill Ledger, Especialista em Fertilidade

Certas posições, como estar deitada de costas com as pernas elevadas após a relação sexual, podem aumentar as hipóteses de engravidar?

Professor Bill Ledger, Especialista em Fertilidade

Acredita-se que isso seja um mito. Muitas mulheres reparam que o sémen parece sair da vagina após as relações sexuais e, portanto, deitam-se sobre almofadas ou com as pernas elevadas após a relação sexual quando tentam engravidar. A fuga que pode sentir após a relação sexual é apenas o líquido seminal – o espermatozoide é móvel e desloca-se muito rapidamente para o muco cervical. Portanto, não se preocupe com esta fuga.

Descubra seus dias mais férteis

Pregnancy test

Com o Teste de Ovulação DIGITAL

Descubra

 

3.
Tome ácido fólico

Tomar um suplemento de ácido fólico ajuda a prevenir defeitos do tubo neural do bebé, como a espinha bífida. Por exemplo, no Reino Unido, o Diretor-Geral de Saúde recomenda que as mulheres que planeiam engravidar, ou estejam grávidas, tomem diariamente um suplemento de 400 microgramas de ácido fólico. O ideal é começar 3 meses antes de tentar engravidar e continuar a ingestão durante todo o primeiro trimestre da gravidez2. Se a sua dieta for saudável, já obtém parte do ácido fólico necessário de alimentos como cereais de pequeno-almoço enriquecidos, grãos, verduras e sumo de laranja, mas ainda é importante tomar os suplementos, uma vez que é muito difícil obter toda a quantidade necessária de ácido fólico somente com a dieta.

Por que motivo se recomenda ácido fólico para mulheres que estão a tentar engravidar?

Professor Bill Ledger, Especialista em Fertilidade

Existem provas credíveis de que um nível adequado de ácido fólico na corrente sanguínea no momento da conceção reduz substancialmente o risco de o bebé desenvolver defeitos do tubo neural, como uma espinha bífida. As autoridades de saúde pública do Reino Unido, Estados Unidos e de outros países recomendam que mulheres saudáveis ingiram 0,4 ou 0,5 mg de ácido fólico por dia (disponível em muitos suplementos vitamínicos pré-gravidez) e que as mulheres que apresentam fatores de risco com um metabolismo baixo em ácido fólico, como as medicadas com antiepiléticos ou com mutações no gene MTHFR, devem ingerir 5,0 mg por dia. O importante é ter uma concentração de ácido fólico no óvulo antes de este ser fertilizado.

Estamos a pensar em ter um bebé. Existe algum suplemento alimentar além do ácido fólico que me possa ajudar?

Professor Bill Ledger, Especialista em Fertilidade

O ácido fólico é o mais importante. No entanto, também é importante fazer um exame para confirmar o nível de vitamina D e tomar um medicamento para reposição se houver deficiência (comum a muitas pessoas). Se consumir pouca carne vermelha, talvez tenha de tomar um suplemento de ferro e, se tiver uma alimentação vegan, talvez também seja necessário considerar outros suplementos. No entanto, existe uma grande indústria que se dedica à venda de vitaminas e suplementos para mulheres que querem engravidar, mas não existem muitas evidências de que pessoas jovens e saudáveis com uma alimentação equilibrada precisem desses produtos.


4.
Coma alimentos saudáveis

Para que o seu bebé tenha o melhor começo, mesmo antes da conceção, é uma boa ideia comer refeições regulares e equilibradas, muitas frutas e legumes frescos, e cortar nos alimentos processados e na fast food. Certifique-se de incluir na sua dieta:

  • Hidratos de carbono – pão, massa, arroz e cereais integrais são melhores do que pão branco, bolos e biscoitos
  • Frutas e vegetais – tente comer cinco porções por dia, não esquecendo que, quanto mais coloridos forem os vegetais ou as frutas, mais nutritivos serão.
  • Proteína – é possível obter a proteína necessária na carne, peixe, ovos, legumes e leguminosas.
  • Leites e derivados – contêm muito cálcio, importante para o desenvolvimento dos ossos
  • Gordura – tente consumir a gordura de fontes vegetais, como azeite vegetal ou peixes gordos como salmão, arenque ou cavala

5.
Evite certos alimentos

  • Ovos crus e carne ou marisco crus ou mal cozidos
    Podem conter salmonela ou outros organismos que podem causar intoxicação alimentar
  • Produtos lácteos não pasteurizados, fígado ou patê de fígado e sobras alimentares
    Estes alimentos podem conter Listeria, que pode levar ao aborto espontâneo ou à morte fetal.
  • Fígado/produtos de fígado
    Contêm níveis altos de vitamina A, que podem ser nocivos para um feto em desenvolvimento, por isso devem ser evitados.
  • Suplementos vitamínicos não rotulados como "para uso na gravidez"
    As vitaminas e outros suplementos devem ser apenas utilizados se o rótulo informar que são seguros na gravidez. Tal ocorre porque algumas vitaminas, se consumidas em altos níveis, são muito perigosas para o feto em desenvolvimento. É importante tomar o ácido fólico, como indicado anteriormente; como tal, tome-o como um suplemento individual ou compre um suplemento criado especificamente para a gravidez.
  • Tenha cuidado com a medicação
    Fale com o seu médico sobre os medicamentos que toma e também antes de interromper qualquer medicação receitada. Informe o farmacêutico de que está grávida quando comprar medicamentos vendidos sem receita médica. Mesmo simples medicamentos, como descongestionante nasal em spray, podem conter ingredientes que não devem ser utilizados na gravidez.
  • Tenha cuidado com a toxoplasmose
    Legumes não lavados, carne mal cozida e fezes de gato comportam o risco de toxoplasmose, o que pode causar aborto, morte fetal ou prejudicar o bebé. Portanto, lave sempre as frutas e os vegetais, só coma carne totalmente cozida e use luvas quando limpar a caixa de areia de gatos ou praticar jardinagem.

Devo evitar algum alimento quando estiver a tentar engravidar?

Professor Bill Ledger, Especialista em Fertilidade

A maioria dos alimentos é completamente inofensiva durante a gravidez. É importante ter uma alimentação saudável e equilibrada na gestação, e ingerir as devidas quantidades de alimentos das diversas categorias nutricionais. No entanto, hoje em dia, há uma preocupação com o risco de infeção por listeria, que pode ser causada por alimentos crus e não pasteurizados. Entre eles estão: leite não pasteurizado, queijos cremosos, saladas pré-preparadas (em restaurantes self-service, por exemplo), vegetais crus não lavados, patê, carne de frango pré-desfiada, salada de fruta e fruta previamente cortada. Para prevenir a listeriose, evite estes alimentos de alto risco e cozinhe integralmente os produtos crus de origem animal como carne de vaca, borrego, porco ou aves; guarde e prepare a carne crua separadamente dos legumes, alimentos cozidos e prontos para consumo, e lave bem os legumes crus e a fruta antes de comer.


6.
Mantenha-se em forma e com um peso saudável

A gravidez exerce uma grande pressão no corpo; portanto, ficar em forma antes de engravidar ajudará após a conceção. Se já estiver em boa forma antes de engravidar, será mais fácil manter-se ativa quando estiver grávida. Os exercícios físicos podem ajudar a melhorar a disposição e os níveis de energia. Também reduzem o stress, o que é bom quando tentar engravidar. Ter um peso saudável pode ajudá-la a engravidar. Como tal, o melhor é tentar atingir o peso mais ideal possível antes de tentar engravidar. O médico pode disponibilizar mais informações sobre um peso saudável para si.


7.
Pare de fumar, usar drogas recreativas e álcool

É melhor evitar fumar, usar drogas recreativas e álcool antes e durante a gravidez.

Se fuma ou usa drogas recreativas, interromper esses hábitos melhorará as suas hipóteses de engravidar e de ter um bebé saudável.

O consumo de álcool durante a gravidez pode causar danos a longo prazo no bebé; quanto mais álcool consumir, maior será o risco. Se está grávida ou planeia engravidar, a abordagem mais segura é não consumir álcool, para reduzir ao mínimo o risco para o bebé. Se o seu parceiro fuma, bebe ou usa drogas, é importante que ele reduza o consumo dessas substâncias (o ideal é que pare por completo) enquanto estiver a tentar engravidar. Para além dos efeitos secundários que vai sofrer, os cigarros, as drogas recreativas e o álcool podem ter efeitos adversos na qualidade do espermatozoide.


8.
Tome a vacina contra a rubéola

A rubéola pode afetar seriamente os fetos. Se planeia ter um bebé, é uma boa ideia verificar se está totalmente protegida contra a rubéola. Fale com o médico sobre o seu histórico de vacinação.3


9.
Otimize a saúde vaginal – use um lubrificante inofensivo para o espermatozoide

A secura vaginal é mais comum do que se pensa. Num estudo realizado em 11 países, envolvendo aproximadamente 6500 mulheres, até 18% das mulheres entre 18 e 34 anos relatou sentir secura vaginal sempre ou normalmente4. Isso pode ser agravar-se quando tenta engravidar, pois existe uma tendência para aumentar o número de relações sexuais nesse período. Alguns dos lubrificantes mais comuns podem ser prejudiciais para os espermatozoides. Certifique-se de que usa um que seja inofensivo. Se tiver alguma secreção vaginal anormal, vale a pena falar com o seu médico. As infeções vaginais comuns, como a vaginose bacteriana ou candidíase, podem ser tratadas facilmente e favorecer a tentativa de engravidar


10.
Envolva o seu parceiro – ficam aqui algumas maneiras de o ajudar a produzir um espermatozoide saudável

  • Mantenha-se em forma e saudável
    O seu parceiro deve tentar ser o mais ativo possível, reduzir o consumo de álcool, parar de fumar e ter uma dieta saudável.
  • Use um lubrificante inofensivo para os espermatozoides
    Certifique-se de que o lubrificante usado não é "espermicida" ou tóxico para o espermatozoide. Pode comprar lubrificantes especialmente formulados e adequados para espermatozoides.
  • Mantenha os testículos a uma temperatura fresca
    O seu parceiro deve usar roupa interior solta e evitar banhos quentes. O "aquecimento" consistente ou prolongado dos testículos pode reduzir a qualidade do espermatozoide.

Estamos a pensar em ter um bebé. Existe algum suplemento alimentar que o meu parceiro deva tomar?

Professor Bill Ledger, Especialista em Fertilidade

Não, exceto se tiver problemas de saúde específicos ou restrições alimentares. Se já estão a tentar engravidar há algum tempo, peça ao médico para solicitar um exame de contagem de espermatozoides ao seu parceiro – se a contagem for normal, não há necessidade de se preocupar com suplementos. Pare de fumar, beba com moderação, no máximo duas ou três vezes por semana, mantenha o seu peso no intervalo normal para a sua altura (mas não perca muito peso) e desfrute de uma vida amorosa saudável.

Devo aumentar a frequência das relações sexuais com o meu parceiro quando tentar engravidar? Ter muitas relações sexuais pode ser prejudicial à qualidade ou quantidade dos espermatozoides?

Professor Bill Ledger, Especialista em Fertilidade

Ocorrem danos progressivos no ADN dos espermatozoides que ficam depositados nos testículos por muito tempo, tornando-os menos férteis. Em casais que têm relações sexuais com frequência (diariamente), o homem terá uma contagem de espermatozoides menor por ejaculação, mas estes serão mais férteis. Se estiver a tentar engravidar, tente ter relações sexuais, no mínimo, em dias alternados na época da ovulação.



O que ler em seguida?